Como funciona o IR no Day Trade?

Vamos falar sobre a tributação das operações na Bolsa?

Muito se fala em como ganhar dinheiro no mercado de ações e futuros, porém quase não se fala sobre como calcular e recolher os impostos advindos da sonhada obtenção de lucro.

Se você está aqui é um bom sinal, ainda que você não tenha auferido lucros na Bolsa, significa que você se preocupa com algo essencial.

Lembre-se : Se você quer Operar na Bolsa por profissão, haja como um profissional e um bom profissional sabe exatamente quais são seus custos fixos e seus gastos com impostos

Então vamos lá:

A primeira coisa a se saber é que:

A tributação ocorre sobre os GANHOS LÍQUIDOS e REALIZADOS na Bolsa de Valores e a responsabilidade do recolhimento é sua!

 

Leia também!  Quais os livros que todo trader precisa ler

O IRRF, O IR E A DIRPF 

Não confunda:

O IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) que figura em suas notas de corretagem é recolhido pela corretora e descontado de sua conta e é neste exato momento que a receita federal recebe os dados referentes as movimentações financeiras em seu cpf

Então, ATENÇÃO – Não há como escapar, se você não declara seus lucros, mais cedo ou mais tarde pode cair “nas garras do leão” e mesmo tendo perdido mais do que ganhado, ainda assim poderá se ver as voltas com débitos e multas devidas a Fazenda.

A ALÍQUOTA IRRF DAY TRADE É DE 1% SOBRE O LUCRO BRUTO(DESCONTADOS DAS TAXAS) E VOCÊ PODE E DEVE SER DEDUZIR DO IR DE 20 % – FIQUE ATENTO, NÃO PAGUE MAIS DO QUE VOCÊ PRECISA

O IR mensal do day trade é a alíquota de 20% sobre lucro líquido mensal

Você é o responsável pelo recolhimento – através da darf 6015, o pagamento pode ser feito até o último dia útil do mês subsequente ao da apuração

 

Exemplo: a darf gerada com o código 6015 com vencimento em 30 de novembro de 2018 se refere aos seus ganhos obtidos no mês de outubro

A DIRPF é a Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física que é feita anualmente e lá você deve fazer constar todos seus lucros, prejuízos e IRRF

HÁ DOIS MOMENTOS EM QUE VOCÊ PODE USAR OS IRRFs COMO CRÉDITO/COMPENSAÇÃO

1 – NA HORA DE CALCULAR A DARF MENSAL

2 – NA HORA DE FAZER SUA DECLARAÇÃO ANUAL

 

A COMPENSAÇÃO DAS PERDAS

As perdas no day trade só poderão ser compensadas em ganhos no day trade – independentemente se do mercado à vista (day trade de ações) ou do mercado futuro (day trade de opções e contratos)

você pode usar suas perdas para compensar os ganhos dos meses subsequentes e você pode sim usar uma perda do ano passado para compensar um ganho deste ano, desde que a mesma esteja devidamente declarada na sua DIRPF

Veja abaixo o quadro resumo para a apuração do IR Mensal no Day Trade e assista ao vídeo completo que fiz explicando o passo a passo para você jamais voltar a ter dúvidas sobre Imposto de Renda no Day Trade

 

Segue, também, link para download do Sicalc (mencionado no vídeo) para que você possa começar a gerar suas darfs.

http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/pagamentos-e-parcelamentos/darf-calculo-e-impressao-programa-sicalc-1

(Visited 267 times, 8 visits today)

Camila Costa

Economista, administradora de empresas, especializada em gestão financeira e derivativos. Fundadora do Portal Educacional Distribuindo Valor. Trader Autonomia e investidora na Bolsa de valores de São Paulo - B3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *