Ibovespa acelera quedas com Brexit, petróleo e preocupações com o crescimento econômico

O Ibovespa que já operava no negativo em meio a preocupações com o crescimento econômico e a queda dos preços do petróleo, intensificou suas quedas após o anuncio de Theresa May.

A votação estava prevista para amanhã e foi adiada por Theresa May

Em manobra para evitar “derrota certa”, a primeira-ministra britânica anunciou, em reunião com o Parlamento, o adiamento da votação prevista para amanhã (11).

As 15h10m o Ibovespa caia 2,05 %, cotado na mínima do dia aos 86.238 pontos.

 

DESTAQUES
– PETROBRAS ON (SA:PETR3) caía 4,81 por cento e PETROBRAS PN (SA:PETR4) perdia 4,12 por cento, em meio ao declínio de cerca de 1 por cento nos preços do petróleo e ao vazamento de um duto após tentativa de furto na Baía de Guanabara no fim de semana, enquanto bloqueios de caminhoneiros também traziam certa apreensão e endossavam movimentos de realização de lucros nos papéis que acumulam fortes ganhos no ano. A companhia também iniciou fase não vinculante para venda de 3 campos terrestres no Espírito Santo.

– ELETROBRAS ON (SA:ELET3) perdia 0,32 por cento e ELETROBRAS PNB (SA:ELET6) recuava 0,90 por cento, em sessão de alta no setor elétrico e após a liminar que impedia o leilão da distribuidora de energia da elétrica de controle estatal no Estado do Amazonas ser cassada pela Justiça na véspera, dando condições de realização do certame nesta segunda-feira. A previsão é de que o leilão da Amazonas Energia ocorra no final da tarde desta segunda-feira.

Leia também!  Especial Davos - FMI prevê desaceleração global

– BRADESCO PN (SA:BBDC4) recuava 1,88 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN (SA:ITUB4) tinha variação negativa de 2,33 por cento.

– VALE (SA:VALE3) perdia 1,79%, em meio ao viés negativo em ações de mineradoras na Europa e queda nos preços do minério de ferro na China.

– MARFRIG (SA:MRFG3) recuava 4,79 por cento, em queda pelo segundo pregão seguido, com JBS (SA:JBSS3) também no vermelho, com declínio de 0,66 por cento.

– GOL (SA:GOLL4) tinha desvalorização de 5,05 por cento, engatando o terceiro pregão de perdas, embora ainda acumule em 2018 ganho de mais de 30 por cento. Mais cedo a companhia aérea divulgou o contrato de arrendamento operacional de 11 aeronaves Boeing 737 MAX 8 com a Avalon, em um processo de aceleração da renovação e modernização da frota.

– TELEFÔNICA BRASIL PN (SA:VIVT4) subia 1,73 por cento, tendo no radar programa de recompra de até 37,736 milhões de ações preferenciais e 583,4 mil ações ordinárias. As ações preferenciais equivalem a cerca de 9 por cento das ações dessa espécie da Telefônica Brasil no mercado.

 

(Visited 11 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *