Você é consumista?

Quando pesquisamos sobre consumismo, nos deparamos com essa definição.

 

[dt_quote type=”blockquote” font_size=”big” animation=”none” background=”plain”]O consumismo é o ato de consumir (comprar) produtos de forma exagerada. As pessoas consumistas adquirem produtos (roupas, produtos eletrônicos, perfumes, joias, carros, imóveis) sem ter a necessidade destes.[/dt_quote]

 

 

O consumismo é típico das sociedades capitalistas e é estimulado pelas campanhas publicitárias vinculadas,

principalmente na TV, cinema e meios de comunicação (revistas, jornais, rádios).

 

Você já fez essa pergunta a si mesmo?

 

Nos dias de hoje com a exposição em massa nas redes sociais as pessoas são avaliadas pelo que possuem e não pelo que são.

E com o estímulo da crescente industrialização, criou-se uma mentalidade de que quanto mais se consome, mais se tem status,

prestígios e valorização, porém essa prática entra em conflito direto com suas finanças pessoais e total desequilíbrio

no orçamento familiar, o que compromete médio e longo prazo na realização de suas metas e projetos.

 

[dt_quote type=”blockquote” font_size=”big” animation=”none” background=”plain”]

“O desejo não deseja a satisfação; o desejo deseja o desejo”.

Essa frase é de autoria de Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, em seu livro

“Vida Para Consumo – A transformação das pessoas em mercadoria”.

[/dt_quote]

 

Como saber se você é consumista ou controlar a tentação do consumo?

 

Para controlar o impulso consumista você deve fazer compras conscientes e analisar se você exerce alguns

Leia também!  Conheça os aplicativos para controle das finanças pessoais

comportamentos inadequados que podem até passar desapercebidos no dia a dia, mas que têm grande influência

no equilíbrio de suas finanças pessoais.

 

Não pesquisar preços, comprar por impulso, parcelar no cartão de crédito, comprar apenas coisas de uma

determinada marca, são manias que afetam diretamente o orçamento.

 

 

Por outro lado, existe também o consumo consciente, que é aquele em que as pessoas compram produtos que estão

realmente precisando no momento.

Pesquisam os melhores preços e buscam produtos que não prejudicam sua saúde financeira.

 

Antes de ir às compras analise sua real situação orçamentária , questione sobre a necessidade da compra e faça um

planejamento em tudo, organize lista de compras, pesquise melhores preços e condições de pagamento à vista,

avalie o custo beneficio de determinado produto, e principalmente não associe suas compras com prazer emocional.

 

Se você perceber que sua ânsia em compras se deve as suas emoções, procure evitar ida a shoppings, lojas,

supermercados, e se necessário é recomendado uma ajuda psicológica que auxilie na busca pelo equilíbrio emocional

e ansiedade de consumo, com atividades que tragam mais prazer como ioga, esportes, relaxamento, entre outras..

(Visited 12 times, 1 visits today)

Camila Costa

Economista, administradora de empresas, especializada em gestão financeira e derivativos. Fundadora do Portal Educacional Distribuindo Valor. Trader Autonomia e investidora na Bolsa de valores de São Paulo - B3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *